Alunos da rede municipal de Cajamar foram contemplados pelo projeto Ver e Viver, no último sábado (25). 197 alunos das escolas municipais de Cajamar receberam os óculos de grau gratuitamente em uma cerimônia realizada no Ginásio Poliesportivo Lamartine de Paula Lima, em Cajamar-Centro. Esteve presente no evento o prefeito Danilo Joan, secretários municipais, empresários e parceiros que fizeram a implantação do projeto.

Nos últimos meses, cerca de 5.412 crianças do 1º ao 5º ano de escolas de Ensino Fundamental passaram pela triagem, onde foram realizadas 700 consultas em clínicas oftalmológicas e 197 crianças foram diagnosticadas com alguma alteração na visão. Para isso, coordenadores pedagógicos e professores foram capacitados e realizaram a triagem de acuidade ocular nos alunos da rede pública do município.

O prefeito Danilo Joan destacou a importância de projetos que oportunizam escolhas para os alunos da rede municipal. “Foi emocionante participar da entrega de óculos a centenas de crianças cajamarenses. Resultado de uma grande parceria entre o Poder Público e empresas privadas. Agradeço a todos os envolvidos pela dedicação a esse trabalho e as empresas por essa parceria que nos dá muito orgulho”, enfatizou.

O Ver e Viver foi implantado pela Fundação ArcelorMittal e tem como objetivo diagnosticar problemas de visão em crianças das escolas públicas municipais, do ensino fundamental I. O projeto também conta com a parceria entre as empresas Mac Luccer Empreendimentos, Armatrel, Lajes Alveolares Puma, LMD construções com o apoio da Fundação ArcelorMittal e da Prefeitura de Cajamar.

O coordenador de projetos da ArcelorMittal, Paulo Roberto Olibeni, sabe bem do impacto que o Ver e Viver pode ter na vida de uma criança. “Para nós, educação é primordial para o crescimento do país. Nos orgulhamos de parcerias como essa e outras que teremos com a Prefeitura de Cajamar que ajudarão a mudar vidas. Agora essas crianças conseguem estudar”, avalia. 

Para o morador do Guaturinho, Robi Júnior, pai do aluno Jonatham de 8 anos, o programa deu uma nova oportunidade ao meu filho de enxergar bem. “Se não fosse o projeto, teríamos que adicionar mais um gasto em nossa renda familiar. Não sei quando teríamos condições. E o que me chamou atenção é que as crianças puderam escolher a armação de que mais gostavam. Meu filho escolheu a armação que ele mais gostou”, afirma.

Outras 1.150 crianças serão beneficiadas

Durante o evento, Paulo Oliveni comentou que outras 1.150 crianças que entraram no 1º ano do Ensino Fundamental tinham ficado fora do projeto, e após um acordo em conjunto com empresas e Prefeitura Municipal, foi decidido estender o programa. “Após as férias escolares outras 1.150 crianças de Cajamar serão colocadas no programa e receberão os óculos gratuitamente”, anunciou.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.