- publicidade -  
Autor: Juscelino Neto

A primeira partida das finais do Veteraníssimo de Jordanésia aconteceu na agradável manhã do domingo (7), e a torcida compareceu em ótimo número para acompanhar a vitória do São Bento frente ao Olímpia por 2 a 1. O lendário campo do Tobias Nogueira foi a sede escolhida para abrigar importante partida do certame distrital.

Há um ditado que expressa bem o que foi o jogo: “Quem foi rei nunca perde a majestade”. O meia Ricardinho comprovou ao longo da história que a coroa de realeza o veste perfeitamente. Genial como sempre, o cérebro do São Bento anotou um golaço de falta e foi peça fundamental na vitória da equipe sobre o ótimo e esforçado Olímpia. O outro tento foi anotado pelo rápido e eficiente Ri, sendo Clodoaldo o autor do gol da equipe do Olímpia.

- publicidade -  

Ricardinho é uma lenda em Cajamar e é dono de marcas impressionantes no Campeonato da Primeira Divisão. O armador disputou 13 certames, chegou em 11 finais e ergueu o troféu em 8 oportunidades. Segundo Amarildo Fernandes, genro de Gildete e cunhado de Fernandão, o meia Ricardinho foi um gênio da bola.

O jogo poderia ter ficado com o placar final em 2 a 2. Ocorre que o árbitro da partida voltou uma penalidade máxima batida e convertida pelo meia Mica. A invasão de área foi filmada por Juan, volante de expressiva relevância no cenário esportivo municipal. Flagrada a invasão por parte do senhor Elias, na ‘recobrança’ Mica não foi feliz e o empate não veio no final.

A partida final está agendada para o dia 14, no mesmo Tobias Nogueira, e cabe ao Olímpia, equipe do falante Vagnão vencer por dois gols de diferença para erguer a taça. Já o São Bento do esforçado Adilson Veloso joga com o regulamento embaixo do braço para confirmar o favoritismo e dar a volta olímpica ao som de WE ARE THE CHAMPIONS.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.