A Justiça Eleitoral indeferiu a candidatura de Antonio Carlos de Azevedo, conhecido como Tunico Azevedo (DC), para a prefeitura de Cajamar nesta eleição suplementar do dia 17 de março. A decisão informa que Tunico deixou de apresentar a certidão de objeto e pé de um processo.

Tunico poderia recorrer da decisão no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP), mas preferiu não fazer isto. Ele declarou no último sábado (9), durante reunião com o Partido Democracia Cristã, apoiar o candidato Danilo Joan (PSD).

“Sendo coerente com os propósitos da Democracia Cristã, Tunico Azevedo, seu vice-prefeito Jordano Mendes Neto e a executiva municipal resolveram apoiar para prefeito de Cajamar, o jovem Danilo Joan (PSD). A decisão baseada em questão programática e nos anseios da população que clama por mudança”, disse em nota.

O candidato informou que trabalhou por 16 anos na administração pública do município de Santana de Parnaíba, sempre em cargo de chefia, e foi também secretário municipal de governo no município de Itapecerica da Serra.

Em 2016, Tunico Azevedo foi candidato ao cargo de prefeito de Cajamar e obteve 983 votos (2.30% do eleitorado).


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.