Uma obra que deveria ser o hospital referência de Cajamar se transformou em um local para prática de esportes radicais. Conhecida como ‘esqueleto’ do hospital, a obra não foi finalizada e está parada a seis anos, e pessoas se aventuraram no chamado pêndulo humano.

Na atividade, os participantes, amarrados a uma corda semielástica, pularam da estrutura e ficaram balançando de um lado para o outro até parar. A queda é livre e a velocidade após o salto pode chegar a até 100 km/h. Todo o processo tem duração de cerca de 10 minutos. Os jovens também usam o local como pista de skate.

- publicidade -  
Participantes se aventuraram na prática de pêndulo humano no ‘esqueleto’ do hospital, em Jordanésia.

A construção do novo hospital de Cajamar, prevista em campanha eleitoral de 2012, esta parada desde 2013. Incompleta e imponente, a estrutura do prédio tem pichações e a obra que seria um hospital é apelidada como ‘esqueleto’.

O vídeo gravado pelos organizadores mostra como funciona a pratica do esporte na obra do hospital abandonado. Assista:


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.