- publicidade -  
Autor: Juscelino Neto

O ano de 1997 foi especial para o América, em virtude de a equipe do presidente Mané ter sido a vencedora do Campeonato Municipal da Primeira Divisão.

Grandes ícones do esporte amador local desfilaram os seus respectivos talentos pelos gramado de Cajamar com a camisa branca e vermelha do América. Dentre as estrelas americanas estavam: Batista (Batigol), Fernando Morale, Derval, Tistinha e Ricardinho.

Quem também brilhou e foi essencial para a conquista do certame foi o genial atacante Careca, mineiro de Bocaiuva-MG. ‘Rápido e Mortal’ o goleador das ‘Alterosas’ fez inúmeros e decisivos gols que ajudaram na conquista do mais importante campeonato local.

Dono de técnica afinada e apurada, Careca era a alegria para os meias e atacantes colegas de time, pois sempre bem posicionado, acioná-lo era certeza de gol. Já para os oponentes, atuar contra o veloz e habilidoso atacante era jogar tenso a todo momento, porque se tivesse uma única oportunidade, a torcida do América iria gritar: ‘gol do Careca’.

O dilapidado Ricardinho afirma que “Careca foi o melhor atacante que atuou do meu lado. Goleador implacável, ele era bom na perna direita, na perna esquerda, de cabeça e na corrida. Era impossível marca-lo em 1997”.

Careca despontou no América e registrou o seu nome na história do time do presidente Mané. Camarada bom e do bem, é lembrado com entusiasmo por aqueles que o conhecerem e jogaram ao seu lado. Ter Careca no time era certeza de gols, vitórias e títulos.

Atualmente Careca mora e reside em Bocaiuva, sua cidade natal; é formado em Educação Física e ministra aulas de Futebol na Escolinha do Bocaiuva Tênis Clube.

Patrocínio


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

- publicidade -