Vivemos em uma sociedade onde temos medo da solidão ou do silêncio. A possibilidade de nos escutarmos soa como uma ameaça, ou é vista como tediosa ou deprimente. Vivemos em função de criar aspectos ou imagens para as pessoas que nos rodeiam; a todo momento postamos fotos da pizza que estamos comendo ou para onde estamos indo. Somos perfeitos sacos inflados, porém vazios.

Blaise Pascal disse que o futuro do homem seria dominado pelo lazer, barulho e juventude; o contrário de tudo isso nos soa como algo chato ou monótono, sem graça. Vivemos em uma sociedade onde somos obrigados a criar um programa de final de semana pois o simples fato de não fazer, nada caracteriza uma pessoa como chata ou sem graça. Escutar a si próprio é sinônimo de que nos conhecemos, só podemos fazer isso quando estamos no mais íntimo de nós mesmos. Silenciamos toda a atenção externa e valorizamos aquilo que produzimos, dessa forma estamos aumentando a nossa autocrítica, fundamental para o relacionamento interpessoal. Temos que aprender a nos valorizar também através do espelho e não apenas das opiniões alheias!
Só podemos oferecer aos outros aquilo que temos, portanto invista em si mesmo!
E-mails: andersonsantiago@live.co.uk


COMENTE ABAIXO
- publicidade -  

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

- publicidade -