Impeachment, Habermas e crise democrática

Falta comunicação entre o povo e os seus representantes.

- publicidade -  

A atual gestão municipal está respondendo um novo processo de impedimento, o qual está sendo analisado pelo legislativo de acordo com a normalidade do rito jurídico, todavia existe um problema institucional crônico, que é escondido pela incompetência administrativa de todas as últimas gestões e também pela falta de medidas tomadas pela vereança que vão de encontro aos interesses da população, veja, não critico atitudes tomadas pela câmara nos últimos anos, alterações de placas de rua em homenagem a pessoas importantes para o município não deixam de ser atos cívicos, todavia o problema está nas ações que deixaram de ser tomadas. O tal problema crônico é a comunicação entre políticos e sociedade civil.

Nem o processo de impedimento tem causas populares, a dinâmica do poder pelo poder está em tal ponto, que basicamente os processos administrativos vêm sendo lançados por pessoas relacionadas ao poder legislativo, fator esse que pode ser analisado sobre duas vertentes distintas, a primeira trataria da inabilidade política da prefeita e de seu até então braço direito que pode ser muito bom em aspectos técnicos, mas que não demonstra real conhecimento sobre a real situação da cidade (Alguns se iludem achando que a proximidade ao poder os torna poderosos),  a segunda vertente se direcionaria ao  posicionamento da câmara, todos nos sabemos que os votos para o arquivamento da denúncia serão negociados, tanto pelo lado denunciado, como pelo lado do denunciante, através de vagas de emprego, incentivos pecuniários, favorecimento e promoção de novos contratos, etc. Não existe impeachment técnico no Brasil, isso é fato.

- publicidade -  

Dada essas duas vertentes, quem acaba perdendo somos nós, com impostos cada vez mais altos, pessoas que estão na gestão mal preparadas e ausência de debate sobre questões importantes. Quantas vezes você foi a uma reunião que se discutia reformas no ensino fundamental? Quantas vezes os diretores apresentaram um sistema inovador para a saúde pública ou qualquer área social que o valha? Você membro da população, sabe que o sistema de diretorias municipais é o mais retrogrado e o mais propenso à existência de corrupção? Quantas vezes a alteração do sistema foi cogitada?

Jurgen Habermas é muito conhecido por suas teorias de razão comunicativa e espera pública, para ele uma democracia se centra essencialmente no entendimento entre pessoas, enquanto população discutimos seriamente a atual situação política do nosso lar? Ou apenas militamos no Facebook? Basta pesquisar fotos sobre movimentos políticos em Cajamar para concluir que nunca vamos à câmara, a prefeitura ou participamos de manifestações, atos ou reuniões civis. Mas abrir a boca para propagar informações de ódio sem buscar fontes confiáveis fazemos que é uma beleza, comentários do tipo “Comunista”, “Fascista”, “Neoliberal”, “Vai para Cuba” se reproduzem sem o mínimo discernimento – O que me deixa bem chateado enquanto estudante de uma ciência que faz parte do grupo das sociais. Nossas paixões fazem com que caiamos na irracionalidade, exemplificando, é muito difícil argumentar racionalmente com seu parceiro quando ele comeu o ultimo pedaço de pizza que era para ser seu, ou discutir racionalmente a democracia no caso da Venezuela que conta com o principal líder da oposição preso e com filas de racionamento – Coisas que jamais aconteceriam no Brasil, opa pera.

O poder pelo poder faz com que a população fique em segundo plano – sinceramente, tente me apontar qualquer benesse feita nos últimos anos feita por políticos e falhe miseravelmente – então senhores representantes do povo, a crise democrática é prole em grande parte de vocês, vamos jogar limpo com a sociedade. Quais as causas do impedimento? quais artigos técnicos serão realmente considerados? Quando falaremos de reformas administrativas profundas?

E  povo, o poder se entrelaça em inúmeros nós, como nos posicionamos quanto a isso? Quando deixaremos de trocar o futuro por camisas de futebol pinga e carne? O Brasil é o país do futuro desde que me entendo por gente, precisamos assumir o papel de grande potencial global que nos cabe e isso começa por pequenas transformações nas politicas municipais.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.

- publicidade -