- publicidade -  

A Polícia Civil identificou o motorista que atropelou e matou um ciclista na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, no domingo (21). O veículo, um Fiat Palio branco, foi localizado e levado para o 33º Distrito Policial, em Pirituba.

O acidente ocorreu na altura do km 18 da rodovia, na pista sentido interior. Demerval de Oliveira Santos Filho, o Dermê, de 46 anos, treinava com um amigo para uma prova prevista para ocorrer no próximo fim de semana quando foi atingido pelo veículo. Ele morreu no acostamento. O motorista seguiu viagem sem prestar socorro.

Segundo a investigação do 33º DP, quem dirigia o Palio era o morador de Cajamar, Erinaldo Pereira da Silva, 28 anos. Ele prestou depoimento nesta segunda-feira (22) e, segundo policiais civis da delegacia, disse que dormiu ao volante e, quando notou o atropelamento, fugiu por ter medo de ser linchado.

Ele contou que voltava de um baile funk realizado na noite anterior em Paraisópolis, na Zona Sul da capital, com mais três passageiros: um amigo, que é o proprietário do veículo, estava no banco do carona e duas mulheres, no assento de trás.

A delegada Juliana Ribeiro indiciou o motorista por homicídio culposo (sem intenção) na condução de veículo automotor e omissão de socorro. Ela acrescentou que não cabe sua prisão ainda.

A policial aguarda imagens de câmeras de segurança da concessionária da rodovia e o resultado de laudo pericial do local do atropelamento. “Não temos a dinâmica do acidente, os detalhes”, disse, acrescentando que as novas evidências podem até mudar o indiciamento.

Por G1.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.