Casa cheia e manifesto marcaram a sessão desta quarta-feira (27) em Cajamar (Foto: Fotomania Publicidade/ José Roberto Tenório)
- publicidade -  

A situação da saúde pública de Cajamar tem mobilizado os vereadores da cidade. São desenvolvidas desde ações políticas, como um pedido para que o Diretor de Saúde do município venha conversar sobre o problema, a atividades parlamentares, como a aprovação de requerimentos e moção de apelo pedindo informações sobre as dificuldades do funcionamento do setor.

O requerimento 91/2017, de Saulo Anderson Rodrigues (PSD), pediu informações a respeito do motivo das enormes filas de espera nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município. Esta foi a maior crítica dos parlamentares em sessão realizada na noite desta quarta-feira (27), que constantemente recebem denúncias sobre o problema.

- publicidade -  

Mas há, ainda, demandas por outras ações, como a moção de apelo 04/2017 do vereador Pretinho (PV) para informações sobre a saúde da cidade.  “Apresento a presente moção de apelo, contra o caos instalado na saúde cajamarense e perante a esta grande calamidade pública em nossa saúde, solicitamos a intervenção dos órgãos competentes deste país”.

Pretinho ainda comentou sobre o Hospital Antônio Policarpo de Oliveira, localizado no distrito do Polvilho, que se encontra sem contrato e operando “precariamente”. Também falou sobre as UBS e postos de saúde com enormes filas para agendamento de consultas, sobre a falta de medicamentos especializados para conduzir os pacientes do SUS, a escassez de medicamentos na farmácia popular, atendimento de emergência e a falta de estrutura nas PSF. “Que as autoridades constituídas possam com a máxima urgência socorrer o povo”, comentou.

O vereador encaminhou a moção de apelo para o Governador Geraldo Alckmin, à Prefeita Paula Ribas (PSB), ao Secretário de Saúde David Everson Uip, ao Ministro da Saúde Ricardo Barros e à Promotora de Justiça de Cajamar Drª Tatiana Magosso.

O requerimento do vereador Saulo questiona a prefeita sobre o motivo das enormes filas de espera para agendamento de consulta nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município – requerimento nº 91/2017. O assunto rendeu bastante repercussão na última semana nas emissoras nacionais após publicação do vídeo no site de notícias Diário Cajamarense.

Todos os vereadores assinaram o requerimento e pediram respostas do executivo sobre o problema. Edinho (PSB), parabenizou o vereador Saulo pela iniciativa e ressaltou: “são vários requerimentos que fazemos para a prefeita e não há uma resposta”. O Presidente da Câmara Eurico Missé (DEM) pediu para que o Diretor de Saúde venha pessoalmente e diga sobre a situação do problema. Feliciano (PSB) comentou que “não há mais condições e que o povo está sofrendo”.

Funcionários da Saúde manifestam sobre pagamento das horas extras
Em sessão, os funcionários públicos da Prefeitura de Cajamar fizeram um manifesto sobre o pagamento das horas extras trabalhados que segue atrasado e diziam que “a saúde está doente”. Veja o vídeo gravado pelo jornalista Kauãn Berto.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.