As vítimas eram de Cajamar e estavam passando o fim de semana em uma chácara em Araçariguama
- publicidade -  

Um dos dois suspeitos de matar e esquartejar pai e filho em Araçariguama se entregou à polícia na tarde desta terça-feira (25). De acordo com Polícia Civil, havia um pedido de prisão preventiva contra o homem. O outro rapaz que teria participado do crime permanece foragido.

Há duas semanas, as vítimas sumiram após uma briga entre vizinhos e tiveram os corpos encontrados mutilados, perto de uma rodovia que liga Araçariguama a Pirapora de Bom Jesus. O jovem de 17 anos estava esquartejado e o homem, de 38 anos, teve a cabeça decepada.

- publicidade -  

Ainda conforme a Polícia Civil, Fernando Clem, de 37 anos, se apresentou com um advogado e disse apenas que irá se pronunciar em juízo. Ele foi detido e encaminhado para a cadeia de São Roque.

Vítimas mutiladas

O corpo do jovem foi esquartejado e abandonado em uma mata, às margens da estrada. O pai da vítima, de 38 anos, foi localizado morto sem a cabeça no acostamento da mesma rodovia. Os dois estavam desaparecidos desde a madrugada do dia 16 de abril.

As vítimas eram de Cajamar e estavam passando o fim de semana em uma chácara em Araçariguama. Conforme a apuração da Polícia Civil, eles sumiram depois de uma briga com pessoas que moram perto da casa.

O pai, Lessandro Aparecido Galvão, foi esfaqueado até a morte com golpes de facão. Já o filho, Erick da Silva Galvão, foi esquartejado. No dia do crime, a perícia localizou dois celulares que estavam perto do corpo do Lessandro. A namorada da vítima disse aos policiais que os aparelhos não eram das vítimas e os telefones foram recolhidos para análise.

Desde então, os investigadores trabalharam para localizar os responsáveis pelo crime.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.