Ex-prefeito Toninho Ribas (Foto: Fotomania Publicidade/Reprodução)

O juiz da 2ª Vara Criminal de Jundiaí, Clóvis Elias Thamê, autorizou nesta quinta (27) a pedido do Ministério Público, a prisão preventiva do ex-prefeito de Cajamar, Toninho Ribas e o seu filho Cauê Ribas. Toninho é marido da atual prefeita, Paula Ribas.

Entre os motivos listados pelo juiz para a decisão, Clóvis entendeu que o MP pode pedir a prisão preventiva para evitar destruição de provas de crimes contra a ordem pública – “necessidade de segregação se faz necessária para se evitar a prática de novas infrações, e adequada à gravidade dos crimes e às suas circunstâncias e às condições pessoais dos investigados.”

O processo corre em segredo de Justiça e fontes garantem que a ordem de prisão ocorreu após grampos telefônicos nas linhas utilizadas pela família de Toninho Ribas. Além disto, a Policia Federal tem colaborado com as operações da Justiça.

A reportagem do Jornal da Região tentou entrar em contato com a prefeita Paula mas não foi encontrada na Prefeitura para comentar o caso. O Diário Cajamarense também tentou contato e até o fechamento desta matéria não houve uma resposta.

O ex-prefeito e seu filho foram encaminhados para uma cela, na Capital, para evitar que tenha contatos com assessores. A Justiça vai agora atras de documentos que comprovam operações ilegais na Prefeitura de Cajamar.

Com informações do Jornal da Região*


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.