Os quase 107 anos de dona Regina Regos não a impediram de ir até o Poupatempo de Jundiaí para renovar o seu Registro de Identidade (RG) e, assim, comprovar ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que está viva e apta a continuar recebendo a aposentadoria.

Dona Regina ficou feliz com o documento novo em mãos

O último documento da idosa – que irá completar 107 anos no próximo dia 10 de janeiro – havia sido tirado em 1994, também na unidade de Jundiaí, que é a mais próxima do local em que mora, em Cajamar.

Em entrevista ao G1 por telefone, a lucidez de dona Regina chama atenção e comprova que o peso da idade não abalou em nada a sua percepção do mundo. “Eu fui lá [na unidade do Poupatempo], fui bem atendida, fiquei sentada, bem acomodada. Depois tirei foto, assinei os papéis e pronto. Não foi sacríficio nenhum ir até lá”, disse.

E mesmo perto de completar mais um ano de vida, a idosa não planeja fazer nenhuma festa. Até porque, segundo ela mesmo disse à reportagem, “a crise não permite, né?!”. Porém, ela garante que a porta da casa dela estará sempre aberta para receber a família e amigos queridos, com um delicioso pilão mineiro e também um feijão caprichado no fogão de lenha, tudo feito por ela, que, apesar dos mais de 100 anos, não quer saber de ficar parada.

Confira a matéria completa no site do G1 clicando AQUI 


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.