Num artigo recente, foi ressaltada a falta de opções de lazer em Cajamar. O papel de um órgão isento é relatar, de maneira objetiva, o que acontece na cidade e o sentimento de seus cidadãos. Ficar ao lado do seus leitores, na defesa de uma cidade melhor, investigando as causas dos seus problemas e acima de tudo exercendo a liberdade de expressar sua opinião.

Ao encararmos estes fatos, temos como sempre, opções. Uma delas é RECLAMAR, ou melhor ainda, ajudar a PIORAR A CIDADE. A receita é bem simples pra isso: A cidade não tem segurança? Vamos parar de usar a rua. Transporte público é ruim? Vamos usar carros. Acha a cidade suja? Vamos jogar mais lixo na rua. Não falta água? Vamos usar a vontade! A cidade é cinza e feia? Vamos deixar ela assim!

A segunda opção, é termos CONSCIÊNCIA de que cada ação  que realizamos diariamente resulta em algo: insegurança, precariedade do transporte público, lixo, trânsito, poluição, falta de senso de comunidade. Não precisamos ir muito longe.

Pergunte-se: o que eu EU posso fazer dentro da minha realidade para ajudar nessa solução? Porém cabe aqui uma citação do Professor Olavo de Carvalho: “Se o seu desejo de agir é mais forte que sua ânsia de compreender, a sua ação será sempre incompreensiva”. Em resumo: COMPREENDA as causas, e apenas depois AJA!

Ontem, 16 de julho foi  realizado a 1a etapa do Circuito Cultural Natura, que além de contar com uma série de atrações artísticas e culturais, promoveu um mutirão urbano, para transformar a Praça da Bíblia no Polvilho. Sim. Com o patrocínio da Natura Cosméticos e a participação das empresas Penske LogisticsVotorantim GroupSKF, do Rotary Club de Cajamar e apoio da Prefeitura Municipal de Cajamar, um grande grupo de VOLUNTÁRIOS realizou ações que efetivamente ajudaram a transformar a cidade e sua comunidade.

O Circuito Cultural Natura faz parte das iniciativas promovidas pelo Inova Cajamar, e foi escolhido pela comunidade como uma das ações a serem executadas. Paula Contim, coordenadora de Sustentabilidade da Natura, acredita que o objetivo foi alcançado: “Pra mim, foi um dia incrível também. É o primeiro mutirão de renovação de espaços públicos que organizo e não haveria melhor lugar pra acontecer do que Cajamar. Acho que atingimos o principal objetivo do dia – reconhecer tantos talentos que existem na cidade, tanta gente do bem que pode se unir e melhorar esse mundo, começando pertinho de casa. O poder do coletivo, do diverso, é incrível. Espero que as pessoas usem e abusem dessa praça renovada e que isso inspire muita gente a sonhar o mundo que desejam!”, ressaltou Paula, uma das gestoras do projeto.

Paola Caiuby, da Conexão Cultural, que junto com a ong Bela Rua coordenaram as atividades do mutirão, viu as pessoas aproximando-se novamente da cidade, apropriando-se dela: “A idéia deu certo! Criamos um evento feito pela comunidade, com gastronomia, artesanato, espaço para crianças, construímos em conjunto um palco cultural para a cidade e também pintamos os bancos de concreto da praça. Muito bom ver as pessoas ocupando a praça, criando uma outra relação com a cidade, e inspirando mais e mais pessoas a ocupar os espaços públicos com arte. Essa é a idéia do Movimento Inova Cajamar! Por meio do PLACEMAKING, vamos dar vida para os espaços da cidade!”.

Juliana Trevisan, nascida e criada no município, quer que as ações se espalhem pela cidade: “Nem o tempo e a chuva estragou o evento ontem, percebi o empenho de todos em fazer dele um sucesso. Parabéns à todos os organizadores e voluntários, espero que seja o primeiro de muitos e que esse projeto percorra todos os bairros!”.

Leandro Guilguer, também morador de Cajamar, ficou bem impressionado: “Ontem estive com meu filho no evento, que estava muito bem organizado. Pudemos interagir com as diversas brincadeiras para as crianças, além da leitura de livros e a feirinha. O que mais chamou a atenção foi o palco construído com pallets, a pintura e o novo visual da pracinha, com seus bancos e piso com cores vivas. Espero que esta ideia aconteça mais vezes e em diversos bairros da cidade”.

As atividades realizadas, como mutirão de transformação da praça, feira gastronômica, apresentação de bandas e grupos de dança de Cajamar, grupos de contação de histórias, atividades infantis, e plantio de árvores trouxeram cultura e diversão aos Cajamarenses. Mas acima de tudo foram um show de cidadania, respeito e interesse pela cidade.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.