O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu após assinar na Vara de Execuções Penais do Distrito Federal o termo que autoriza a cumprir prisão no regime aberto (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Pena é referente a processo originado na Operação Lava Jato

Da Redação eCAJAMAR – redacao@ecajamar.com.br

O ex-ministro José Dirceu foi condenado a  23 anos e três meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e fraude processual. Ainda cabe recurso da decisão.

A sentença foi publicada hoje pelo juiz Sérgio Moro e se refere a um processo da Operação Lava Jato, que engloba 129 atos de corrupção ativa e 31 de passiva que tiveram o envolvimento de Dirceu.

No total, os crimes que lesaram a Petrobras envolveram um valor calculado em R$ 60 milhões.

Dirceu, está preso desde 3 de agosto do ano passado, no Paraná. Na época em que foi detido, ele cumpria pena em regime aberto pelo caso do mensalão, no qual foi condenado a sete anos e 11 meses de prisão, em outubro de 2010, por formação de quadrilha.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.