Dilma Rousseff

Exonerados terão que devolver apartamentos, tablets e celulares

Da Redação eCAJAMAR, com agências – redacao@ecajamar.com.br

O afastamento da presidente Dilma Rousseff (PT) deve fazer com que 738 pessoas que trabalham no Palácio do Planalto percam seus empregos, de acordo com levantamento apresentado no blog do jornalista Fernando Rodrigues.

Segundo a reportagem, feita com base no Portal da Transparência, este é o número de funcionários que foram nomeados para cargos na sede da Presidência sem nenhum vínculo com o funcionalismo público.

De acordo com os dados, dos 738 funcionários que devem ser demitidos, 103 pertencem aos níveis 5 e 6 da Direção e Assessoramento Superior (DAS). Esses têm direito a utilizar tablets e celulares corporativos, além de cotas para telefonia que vão de R$ 200 a R$ 500. 

Por conta da exoneração desses funcionários, ao menos 112 aparelhos terão de ser devolvidos.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.