O exame é realizado na unidade do CEP (Centro de Especialidades Parnaibano) pela companhia farmacêutica Boehringer Ingelheim

Da Redação eCAJAMAR, com Prefeitura

Com o objetivo de proporcionar mais comodidade aos pacientes do município que sofrem com problemas respiratórios, a Prefeitura de Santana de Parnaíba, através da Secretaria de Saúde, desde a última quinta-feira (14) passa a realizar exames de espirometria, ou prova de função pulmonar, para pacientes a partir dos 30 anos que tem desenvolvido problemas pulmonares que ocasionam dificuldades na respiração.

O exame é realizado na unidade do CEP (Centro de Especialidades Parnaibano) pela companhia farmacêutica Boehringer Ingelheim, por conta de uma parceria entre prefeitura e a empresa que cede o equipamento e funcionário para realização dos exames.

A farmacêutica Rebeca Penhalver é quem realiza os exames e falou da importância para pacientes com problemas pulmonares crônicos, como bronquite e asma: “Este exame é fundamental para pacientes com quadro crônico de problemas pulmonares, pois ele detecta com exatidão a causa, proporcionando que o pneumologista (médico que trata de problemas no pulmão) realize o diagnóstico com mais eficácia”, comentou Rebeca.

Para realização do exame, o paciente deve passar no pneumologista e, de acordo com a avaliação, será encaminhado para agendamento e realização do exame, obtendo mais detalhes sobre a gravidade do problema e o melhor tratamento.

Pacientes, como Vera Lúcia Rodrigues, comemoram a chegada do equipamento: “Agora não terei mais que ir para outra cidade para realização dos exames, pois posso passar no médico e realizar o exame no mesmo lugar, melhorou bastante e só tenho a agradecer”, contou a aposentada, que parabenizou os profissionais pela rapidez com a qual foi atendida: “passei na doutora semana passada e ontem já me ligaram para fazer o exame, estão de parabéns” concluiu.

Sobre o Exame

A espirometria, também conhecida como teste de sopro ou função pulmonar, é um exame que analisa como está funcionando o pulmão, levando em conta os volumes e fluxos de ar que entram e saem dos pulmões. Utiliza-se um aparelho no qual a pessoa assopra em um bocal, chamado espirômetro. Se o resultado indicar alguma alteração, vai confirmar qual o tipo de doenças respiratórias que o paciente possui. As mais comuns são asma, bronquite asmática ou DPOC – Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.