Ao menos 16 pessoas morreram em consequência das chuvas

Do Portal eCAJAMAR, com Agências – Foto: André Skamorauskas – redacao@ecajamar.com.br

O governador de São Paulo anunciou a liberação em caráter emergencial de R$ 680 mil para os municípios da Região Metropolitana de São Paulo atingidos pelas enchentes. O dinheiro tem que ser usado, preferencialmente, pela assistência social das prefeituras de Caieiras, Cajamar, Franco da Rocha, Guarulhos, Itapevi e Mairiporã.

Alckmin disse que a primeira ação é com as famílias, a prefeitura acolhe em algum centro comunitário. “Vamos providenciar alimentação, remédio, colchão, o que precisar para as famílias. O segundo momento é recuperar o que foi destruído. Casas, pontes, rodovias.”

Alckmin destacou que a Sabesp segurou ao máximo as águas da represa de Mairiporã. “Ontem (quinta) tinha 35% da sua reservação. Hoje, quase 100%. Segurou a água ao máximo que pode na barragem, mas quando chega a 100% não tem mais como segurar. Chegou a mais de 200 metros cúbicos por segundo.”

A forte chuva que atingiu a Grande São Paulo entre quinta e esta sexta-feira (11) fez com que a Sabesp abrisse comportas da represa Paiva Castro, que faz parte do Sistema Cantareira, informou a companhia. O objetivo, segundo comunicado, foi evitar o rompimento da barragem.

O volume acumulado de água que entrou no Paiva Castro entre as 18h de quinta e as 6h desta sexta foi de 5,42 milhões de metros cúbicos, ou 71% do volume total da represa, que é de 7,61 milhões de metros cúbicos.  “Se não existisse a represa, a enchente em Franco da Rocha, Caieiras e outras cidades da região incluindo Cajamar seria muito pior”, disse em nota a Sabesp.

 


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.