Ney Santos vai recorrer da decisão e declara que nunca se acovardará, que fará sua missão até o fim.

Reportagem: Rose Santana/Portal O Tabonaense – REDE CAJAMAR DE COMUNICAÇÃO

vereador e presidente da Câmara de Embu das Artes Ney Santos (PSC), divulgou nesta quarta-feira, dia 24, uma nota de esclarecimento após o  Tribunal Regional Eleitoral/SP aceitar denúncia contra ele e cassar seu mandado por compra de votos nas eleições de 2012.  Santos usou seu perfil na rede social Facebook para falar sobre a punição e deixa claro que foi uma manobra do PT. “O ódio do PT nunca vencerá a esperança do nosso povo”.

A notícia da cassação foi divulgada na noite de terça-feira, dia 23. Mas da decisão ainda cabe recurso. “Quero informar à população que na tarde desta terça feira dia 23/02/2016 foi julgado pelo TRE denúncia feita pelo PT, de que meu apoio à ONG Vida Feliz foi utilizado eleitoralmente. O Tribunal acolheu em partes a denúncia, mas manteve meus direitos políticos. Ao contrário do candidato do grupo político que me acusa”, publicou Santos.

O vereador ainda declarou que, seus “adversários” são contra o apoio que ele dá à ONG Vida Feliz. “Os meus adversários são contra meu apoio à ação saúde no seu bairro, realizada pela ONG Vida Feliz, que leva saúde àqueles que necessitam”.

Santos esclarece que sempre esteve engajado em trabalhos sociais, principalmente os ligados à saúde, e que isso acontece há mais de 10 anos. “Quem conhece minha trajetória, sabe que apoio diversos trabalhos sociais, principalmente na área da saúde, há mais de 10 anos, mesmo quando ainda não sonhava em ser político”.
O vereador disse que acredita na “justiça divina, tanto quanto na justiça dos homens” e tem certeza que não será punido. “Tenho certeza de que não seremos punidos por apoiar um trabalho social que ajuda tantas pessoas, não somente em nossa cidade, mas em todo nosso estado”.

A publicação, Ney Santos, declara que sente orgulho do seu trabalho. ‘Infelizmente está é a forma do PT fazer política. Enquanto eles são processados e presos por roubar dinheiro do povo, nós somos atacados por ajudar quem tanto precisa e merece. Quero dizer que não me envergonho em nada do que me acusam. Pelo contrário, sinto orgulho de ser um canal de bênçãos para os mais necessitados”.

No final da nota, o vereador diz, que o trabalho da ONG Vida Feliz nunca foi condicionado ao voto. “Nunca me acovardei, pois se esta for minha missão, farei até o fim”, garantiu.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.