A Diretoria de Saúde realizou uma reunião com representantes de várias igrejas de Cajamar, no último dia 15.

A reunião teve o objetivo de explicar sobre a dengue, chikungunya e zika vírus para que as informações sejam multiplicadas. A professora Adriana, demais alunos da graduação em Enfermagem da FACCAMP (Faculdade Campo Limpo Paulista), juntamente com os vereadores Prof. Brandão e Fabiano Galvão, também participaram do evento.

- publicidade -  

Na primeira parte do encontro, a coordenadora da Vigilância em Saúde enfermeira Fátima Espinoza explicou que o mosquito Aedes Aegypti, é responsável pela transmissão de quatro tipos de doenças: dengue, chikungunya, zika e febre amarela, esta última controlada por vacinas e definiu cada uma delas, enfatizando sua gravidade, uma vez que na chikungunya, as dores podem permanecem por anos.

Segundo ela, o controle hoje é mais difícil em razão do maior número de casas, do lixo produzido, da inadequação dos reservatórios de água e das dificuldades para entrar nas casas.

A chefe da Divisão de Zoonoses, Dra. Catarina Campos Cortez explicou sobre o trabalho do setor para evitar a proliferação do mosquito: visitas casa a casa, bloqueio contra criadouros, nebulização, avaliação da densidade larvária (níveis de infestação de uma determinada área), aplicação de veneno, além da orientação dos moradores.

No final da apresentação o público pôde esclarecer dúvidas com os profissionais. A Prefeitura de Cajamar deverá ampliar nos próximos dias as equipes de agentes de saúde para intensificar as ações preventivas contra o avanço do mosquito.

No próximo dia 27 haverá um mutirão contra dengue, chikungunya zika vírus, envolvendo equipes da Diretoria de Saúde, Defesa Civil, Serviços Públicos, Fiscalização, Meio Ambiente, Guarda Municipal, entre outros órgãos.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.