A cidade de Cajamar celebra nesta quinta-feira (18) seus 57 anos de emancipação político-administrativa. Mas, ao contrário do que a palavra aniversário significa, os moradores não têm muitas razões ou motivos para comemorar a data.

A cidade está completamente abandonada, com inúmeras obras paralisadas e com a crise econômica brasileira a situação pode deixar a população cajamarense ainda pior.

- publicidade -  

O município de Cajamar tem como principal fonte de renda a arrecadação das indústrias e dos grandes centros logísticos instalados recentemente no município.

Mesmo com sua independência administrativa e com verbas à disposição nos cofres públicos, a Prefeitura da cidade não está conseguindo realizar grandes feitos.

Cajamar conta com uma arrecadação milionária de causar inveja para muitas cidades da região, mas em toda a sua história político-administrativa nunca se viu tanto desmando e abandono.

São 57 anos. Uma cidade nova, porém neste ano, não há muito que se comemorar.

A cidade passa por um dos seus piores momentos e o descontentamento com a situação é evidente nos quatro cantos da cidade, nem mesmo os bairros considerados centrais tem o que comemorar o que dizer então dos mais distantes.

A atual situação é considerada como uma das piores já enfrentadas pelos moradores e visitantes, acostumados a ter uma cidade que antigamente atendia as demandas de toda a sua população.

O descontentamento é geral, a situação, que já era difícil, agravou-se nos últimos meses com a substituição de sete prefeitos. O índice de desemprego cresceu de maneira espantosa.

Apesar de o quadro ser delicado, o poder público municipal não se manifestou até o momento a respeito da “auditoria” promessa da atual gestão.

Insegurança pública, desemprego, postes sem iluminação, ruas cheias de lixo e buracos, falta de infraestrutura e perseguição a pessoas com boa intenção que tentam implantar novas formas de atuação na cidade.

Quantas ruas com esgoto a céu aberto?

Quem precisa fazer uso da saúde pública sofre com a falta de atendimento adequado, sem condições digna.

Com todos esses problemas, Cajamar tem realmente o que comemorar?

Os moradores têm motivos para celebrar o aniversário da cidade?

Lamentamos essa triste situação e desejamos dias melhores à cidade dos “processos”.

Ops!

A cidade do progresso…

 


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.