O Barcelona não tomou conhecimento do Valencia na primeira partida das semifinais da Copa do Rei. No Camp Nou, o Barça venceu por 7 a 0 e praticamente sacramentou a classificação para a decisão da competição. Os destaques da partida foram Luis Suárez e Lionel Messi, que marcaram quatro e três gols, respectivamente. Neymar, por sua vez, apesar de ter atuado bem, voltou a desperdiçar um pênalti.

Suárez precisou de apenas sete minutos de jogo para abrir o placar. Arda Turan roubou bola no meio e deixou com Neymar, que disparou para servir o atacante uruguaio. Suárez voltou a marcar aos 12, depois de receber bom passe do lateral Aleix Vidal.

Messi marcou o seu primeiro aos 29, novamente com participação de Neymar. Iniesta tocou para o brasileiro, que deu um passe de letra para o argentino. Na frente do goleiro Ryan, Messi bateu no canto esquerdou e guardou.

Aos 45, Messi foi derrubado na área por Mustafi, que recebeu o cartão vermelho direto pela falta dura. O argentino deixou Neymar cobrar. No entanto, o brasileiro voltou a tentar uma cobrança sem tomar distancia e, novamente, perdeu. O camisa 11 deslocou Ryan, mas carimbou a trave. Foi o terceiro pênalti desperdiçado por Neymar na temporada.

Aos 13 da etapa complementar, Messi marcou seu segundo. Dessa vez foi Suárez quem passou de letra para o argentino fazer o quarto do Barça.

No minuto anterior, uma cena curiosa tomou o Camp Nou. O Valencia substituiu João Canelo pelo atacante Cheryshev, emprestado pelo Real Madrid. O ucraniano foi o pivô da eliminação do clube merengue por ter sido escalado em uma partida que estava suspenso. Por isso, a torcida do Barça aplaudiu quando o adversário foi a campo.

O Barça ampliou aos 29 do segundo tempo. Neymar avançou pela esquerda e cruzou para Suárez, que não conseguiu dominar. No entanto, a zaga não afastou e deixou a bola sobrar para Messi, que não perdoou.

Suárez voltou a marcar aos 38. Após cruzamento de Adriano, o uruguaio testou para o fundo do gol e fazer o seu terceiro na partida. Ainda deu tempo para o camisa 9 anotar mais um gol. Aos 42, ele recebeu assistência de Arda Turan e finalizou com precisão.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.