A Diretoria de Saúde de Cajamar iniciou treinamento nas empresas da cidade sobre prevenção à dengue, chikungunya e zika vírus, doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O ciclo de palestras faz parte das ações da Prefeitura de conscientização dos funcionários para identificar sinais e sintomas, bem como combater o aparecimento do Aedes aegypti.

O enfermeiro Marcos Bigardi (Vigilância Epidemiológica) e a agente Crislei Maria (Zoonoses) explicaram que existem quatro tipos de dengue (1,2,3 e 4) e cada vez que o indivíduo tem a doença de um tipo, o organismo adquire imunidade, o que torna mais perigosa uma segunda vez, pois os tipos vão aumentando sua gravidade.

Outro assunto abordado foram os sintomas semelhantes para a dengue e chikungunya: febre alta, dores de cabeça, musculares e nas articulações (joelhos e cotovelos), coceira e vermelhidão no corpo, porém a dengue é mais perigosa porque pode levar à morte. Marcos ressaltou que na chicungunya os sintomas permanecem por mais tempo podendo durar até anos.

Crislei falou sobre o ciclo de vida do mosquito e informou que Cajamar realiza
o Programa Casa a Casa, em que agentes de saúde visitam as residências para orientar os moradores a eliminar possíveis criadouros, como fechando caixas d’água, deixando garrafas viradas para baixo, não utilizando pratos nas plantas, cuidando dos ralos externos e do depósito de água atrás da geladeira.

Outras ações estão previstas pela Prefeitura no combate a dengue, além das visitas diárias nos bairros pelos agentes de saúde. No dia 5 de fevereiro, às 14 h, na Câmara Municipal. Acontecerá uma reunião com técnicos de segurança de empresas de Cajamar, convidados pela Vigilância Epidemiológica, para treinamento sobre a doença.

“Não podemos perder a guerra contra o Aedes. Se não abrirmos as portas para os agentes de Saúde e não observarmos as orientações para manter o quintal limpo, o tempo será perdido e a epidemia instalada”, conclui Bigardi.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.