Todos nós temos fases ruins na vida. Todos enfrentamos dificuldades que parecem intransponíveis. Quando isso acontece, muitas vezes temos vontade de desistir.

Friedrich Nietzsche¹ acreditava que todos os tipos de sofrimento e fracasso deveriam ser bem-vindos no caminho para o sucesso e vistos como desafios a serem superados. Praticamente sozinho entre os filósofos, considerava os infortúnios como algo vantajoso na vida.

- publicidade -  

Embora tenha tido uma vida difícil, não devemos achar que Nietzsche viveu se lamentando o tempo todo. Muitas vezes, ele falava de satisfação, sobretudo quando estava nas montanhas. Mas, por satisfação, ele queria dizer algo mais abrangente do que a sensação de bem-estar que talvez possamos imaginar.

Como diz a famosa frase de Nietzsche: “Aquilo que não me mata só me fortalece”

Nemtudo aquilo que nos faz sofrer é necessariamente ruim, assim como nem tudo que nos dá prazer necessariamente nos faz bem. “Considerar o sofrimento como algo mau a ser abolido”, Nietzsche escreveu, “é o cúmulo da idiotice”.

A vida nos oferece possibilidades de administrar problemas, assim como trata-los como soluções para muitas situações que nos deparamos. Nos rendermos aos problemas nem sempre vai espanta-los das nossas vidas. Deve-se manter o pulso firme e agir com toda coerência.

A Filosofia nos auxilia justamente em situações onde não encontramos respostas, ela pode ser o alicerce para um pensamento mais concreto relacionado ao cotidiano.

A felicidade não vem da fuga dos problemas, e sim do ato de cultivá-los para extrair algo positivo.

Lembre-se: ” São as uvas que nascem dentre as pedras que oferecem um sabor mais intenso, pois deram todo seu esforço com a finalidade de serem as mais doces”

¹Friedrich Wilhelm Nietzsche foi um filólogo, filósofo, crítico cultural, poeta e compositor alemão do século XIX.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.