Mais de dois mil moradores de Cajamar com diversos tipos de patologia enfrentam diariamente longas viagens para poder fazer tratamentos que a cidade não oferece. Para não ficarem sem tratamento, os doentes viajam em grupos para hospitais de São Paulo, Franco da Rocha e Jundiaí.

Segundo dados divulgados no site oficial da prefeitura, aproximadamente, 2 mil moradores são transportados todos os meses, incluindo pacientes e em casos mais graves acompanhantes.

A maratona começa ás 4 horas da manhã e pode se estender até o fim da tarde. Segundo relatos de motoristas do Transporte Municipal do SUS, muitos pacientes passam mal durante o trajeto.

Para atender a grande demanda dos serviços a prefeitura disponibiliza de vans alugadas para o transporte dos doentes da cidade.

Com apenas um hospital municipal e uma UPA, os moradores da cidade enfrentam dificuldades na hora de agendar consultas como pediatria, cardiologista e vascular. Nas UBSs o agendamento para estas especialidades chega a demorar até dois meses.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.