Eleição da Câmara pode ser decidida entre os vereadores Saulo (PSD) e Pezão (PPS)
- publicidade -  

A Câmara Municipal de Cajamar terá um novo presidente da escolha dos vereadores. O atual, Eurico Missé (DEM) não pode concorrer à releição e segue como Prefeito interino de Cajamar até o dia 31 de dezembro, quando passa o cargo para o seu novo sucessor.

Em Cajamar, o Poder Legislativo é formado por 15 vereadores, ou seja, quem conseguir oito votos leva a eleição. A Mesa Diretora é formada pelos cargos de presidente, vice-presidente, primeiro e segundo secretário.

O novo presidente ficará como prefeito interino até a realização das novas eleições suplementares em Cajamar. O pleito eleitoral vai ficar somente para o próximo ano, entre os meses de fevereiro e março. Os cajamarenses terão que voltar às urnas e eleger seu novo prefeito que governará a cidade até final de 2020.

A busca para ganhar a presidência e assumir a chefia da Prefeitura movimenta os gabinetes dos vereadores da Câmara Municipal de Cajamar. Segundo informações de fontes confiáveis, o vereador Saulo Anderson (PSD) tem a maioria dos votos. O parlamentar Aguinaldo Camonge, o Pezão (PPS), vai concorrer. Neizão (PROS) também confirmou a candidatura.

E essa eleição da Mesa Diretora será diferente que as outras (ou não), pois quem ganhar vai assumir a Prefeitura de Cajamar interinamente até a realização das eleições suplementares.

A escolha do novo presidente e consequentemente do novo prefeito ocorre em sessão extraordinária marcada para o próximo dia 15, sábado, às 10h na Câmara Municipal de Cajamar. Será aberta ao público e todos podem comparecer para assistir.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.