- publicidade -  

Um cachorro foi espancado com um cabo de vassoura e, em seguida, morto por envenenamento por um segurança do Carrefour de Osasco, Região Metropolitana de São Paulo, no dia 28 de novembro.

Segundo relatos de funcionários do supermercado, o cão vagava pelas dependências da loja, localizada no bairro de Vila Yara, após ter sido abandonado no estacionamento há algumas semanas.

“O cachorro estava aos cuidados dos funcionários e circulava pelo interior do supermercado normalmente. No entanto, entre quinta e sexta, a gerência pediu a um segurança para expulsar o animal do local, o que foi feito com violência e resultou na sua morte”, contou o defensor dos direitos dos animais e deputado estadual eleito Delegado Bruno Lima.

O animal chegou a ser socorrido pelo Núcleo de Controle de Zoonoses ainda na sexta-feira, mas não resistiu. A causa da morte do animal, segundo o laudo, foi envenenamento.

O caso foi registrado e será investigado pela Delegacia de Investigações sobre o Meio Ambiente como maus-tratos. O autor do crime já foi identificado.

“Realizamos um protesto contra as ações do funcionário do Carrefour no sábado e faremos outros em breve”, afirmou Beatriz Silva, presidente da ONG Bendita Adoção. A organização foi acionada no dia 30 de novembro, dois dias após o incidente, por moradores da região.

Em nota, a rede Carrefour declarou que “repudia veementemente qualquer tipo de maus-tratos” e que “afastou a equipe responsável pela segurança do local no dia da ocorrência até que a rigorosa apuração em curso seja concluída e devidas providências adotadas”.

Eles acrescentaram também ter acolhido o animal nas dependências da loja, oferecendo água e comida, até o recolhimento pela equipe do Centro de Controle de Zoonoeses de Osasco.

Com informações do Extra.


COMENTE ABAIXO

Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.